31/07/2014 04:19:48 Produtos ADVFN
Fale Conosco
Cadastro Gratis Login

Brasil - O maior exportador de carne bovina mundial

De Wiki Financeiro ADVFN
Ir para: navegação, pesquisa

O Brasil, a cada ano que passa, vem se consolidando como um fornecedor de destaque de produtos alimentícios para o mundo, com produtos do complexo da soja, café, suco de laranja, celulose e carnes. É o maior exportador de carne de aves (40% das exportações mundiais) e bovinos (26% das exportações mundiais), e o quarto maior exportador de carne suína (14% das exportações mundiais).

O aumento das exportações de carne bovina brasileira vem aumentando ao longo das décadas, e em 2004, tornou-se o maior exportador mundial superando a Austrália.

Vários fatores contribuíram para o aumento das exportações brasileiras:

  • Aspectos sanitários: o mal da vaca louca (encefalopatia espongiforme bovina - EEB) e a febre aftosa em 2001 que abriram o mercado mundial para o Brasil;
  • Aspectos cambiais: o câmbio favorável para a exportação, isto é, a desvalorização do real frente ao dólar;
  • Melhora na qualidade e precocidade do rebanho brasileiro em relação às décadas anteriores;
  • Maior demanda nos mercados mundiais: Rússia, Oriente Médio, Europa Oriental;
  • Baixo custo de produção em relação aos nossos maiores concorrentes: Austrália, Nova Zelândia, Canadá e Argentina.

O maior importador de carne bovina brasileira, em quantidade e valores em dólares, é a Rússia, sendo o Reino Unido o segundo em valores em dólares, porém terceiro em toneladas. Devido aos embargos russos e chilenos decorrentes dos surtos da febre aftosa no Brasil, em 2005, ocorreu uma queda da sua quantidade importada. Entretanto, se considerarmos a média por semestre, os outros países aumentaram suas importações.

Outro aspecto que chama a atenção é a variação do preço médio pago pela carne brasileira, que está relacionada ao tipo de carne (industrializada, resfriada ou congelada) e ao mercado comprador. Comparando o ano de 2005 com 2006, o preço médio da tonelada de carne elevou-se, mesmo com o cenário desfavorável (surto de febre aftosa e desvalorização do dólar). Os Estados Unidos e Japão são os maiores importadores mundiais de carne bovina, entretanto, o Brasil apesar de ser o maior exportador mundial não possui volumes expressivos de vendas para esse mercado, que necessita de carne com qualidade diferente daquela que é produzida em larga escala em nosso país. Os maiores volumes de vendas para o mercado americano é de carne industrializada.

As exportações brasileiras de carne industrializada possuem um aumento percentual e em quantidade menores do que a carne “in natura”. O mesmo acontece com o preço desses produtos, onde o aumento do valor pago pela carne “in natura” foi maior do que na carne industrializada.

A Bolsa de Mercadorias e Futuros de São Paulo (BM&F) negocia contratos futuros e minicontratos de boi gordo.

A especificação do produto negociado nestes contratos é a seguinte: bovinos machos, castrados, bem acabados (carcaça convexa), em pasto ou confinamento, com peso vivo entre o mínimo de 450kg e o máximo de 550kg e idade máxima de 42 meses. O indicador é uma média ponderada dos preços da arroba do boi gordo pagos pelos frigoríficos nas principais regiões produtoras do Estado de São Paulo. boi gordo

Páginas Relacionadas

Links Externos

Ferramentas pessoais
Espaços nominais

Variantes
Ações
Navegação
ADVFN
Ferramentas